Home Data de criação : 09/09/15 Última atualização : 11/10/17 12:04 / 19 Artigos publicados

CRÍTICA A DITADURA  escrito em sexta 11 dezembro 2009 17:08

Uma das características dos tropicalistas era fazer criticas acidas através de metáforas ao governo militar umas das canções que exemplificam isso é a musica tropicália da Caetano.

 

permalink

A INFLUÊNCIA DA POESIA CONCRETA NAS CANÇÔES TROPICALISTAS  escrito em sexta 11 dezembro 2009 08:27


O movimento tropicalista que ocorreu entre 1967 e 1968, revolucionou a música popular brasileira.  Os músicos tropicalistas universalizaram a música nacional incorporando à suas canções elementos do rock, psicodelia e a guitarra elétrica. Ao mesmo tempo, utilizaram elementos da vanguarda moderna erudita como a antropofagia e a poesia concreta. 

Em algumas canções notamos a influência de obras de autores vanguardistas como, Oswald de Andrade e características da estética concretista. Um exemplo da influência concretista é a música Batmakumba do disco Tropicália (Panis et Circenses) lançado em 1968. O movimento concretista é um movimento de vanguarda literária, surgido no Brasil na segunda metade dos anos 50, tinha como principais autores Haroldo de Campos, Augusto de Campos e Décio Pignatari. Os concretistas questionavam os cânones tradicionais da poesia, a estrutura em rimas e métricas como determina a herança clássica.

Os poetas substituíram a estrutura dos versos por novas estruturas baseadas em alinhamentos geométricos das palavras. A poesia concretista apresenta sempre uma forma, a arte poética está concentrada nos aspectos sonoros (musical) e gráficos (visual) dos poemas.

Além de poetas os irmãos Campos atuaram com críticos musicais, possibilitando dessa forma, um suporte para as inovações tropicalistas na música. Os autores simpatizavam com os ideais tropicalistas, sobretudo, por trabalharem com as experimentações estéticas e sonoras no campo musical assim com a poesia concreta na poesia. A seguir temos a música Batmakumba para que você leitor possa também analisar e fazer conclusões.

Batmakumba

Gilberto Gil e Caetano Veloso

Batmakumbayêyê batmakumbaobá
Batmakumbayêyê batmakumbao
Batmakumbayêyê batmakumba
Batmakumbayêyê batmakum
Batmakumbayêyê batman
Batmakumbayêyê bat
Batmakumbayêyê ba
Batmakumbayêyê
Batmakumbayê
Batmakumba
Batmakum
Batman
Bat
Ba
Bat
Batman
Batmakum
Batmakumba
Batmakumbayê
Batmakumbayêyê
Batmakumbayêyê ba
Batmakumbayêyê bat
Batmakumbayêyê batman
Batmakumbayêyê batmakum
Batmakumbayêyê batmakumbao
Batmakumbayêyê batmakumbaobá

O analisar a música Batmakumba, observamos alguns conceitos antropofágicos dentro da obra, através dos elementos que compõem a letra da canção.

A palavra chave Batmakumba une dois elementos, o vocábulo Batman e Macumba demarcados pelo iê-iê-iê e pelo “oba”. Tais vocábulos representam a junção de  duas culturas a norte americana e a brasileira. 

De acordo com o manifesto antropofágico nós não deveríamos copiar ou imitar a arte de fora, mas sim devorar informações novas para criar uma arte revolucionária, unindo a cultura de outros países a elementos nacionais locais dando um caráter mais autônomo ao produto resultante dessas misturas.   

Em entrevista Gil afirma que a inspiração para compor a música foi oswaldiana, baseados na metáfora do canibalismo eles queriam compor algo que fosse possível de ser reproduzido por um grupo não musical, e que estivesse ligado à macumba.

Assim eles uniram elementos como: O iê-iê-iê é uma referência ao rock. Segundo Perrone é uma versão brasileira do rock anglo-americano, provavelmente inspirado no refrão de músicas como “Shes Love you, yeah,yeah,yeah”. 

A palavra Batman representa o super herói  norte americano, alegoria da indústria cultural internacional de massa.    

A palavra Macumba representa o elemento nacional, essa palavra significa todas as religiões não-cristãs de origem africana. A junção desses dois nomes parece criar um nome de um herói, mas um herói nacional que tenha suas raízes fincadas na cultura negra. Um herói Brasileiro.   

Se analisarmos a estruturação da letra da musica vemos que a formação batmakumba que é o todo principal, vai se decompondo. A palavra “bat”, que significa morcego em inglês, pode ao mesmo tempo ser relacionada ao verbo bater em português. A palavra “oba”, repetida várias vezes significa rei ou um dos ministros de xangô, e também pode ser interpretada como interjeição saudação da língua portuguesa.  A sílaba BA significa pai de santo.

Depois os elementos se reincorporam formando o todo inicial a palavra Batmakumba. Essa estruturação faz com que a canção fique em formato da letra K, segundo Gil, a letra k passa a idéia de consumo, de coisa moderna , internacional pop. E também é um corpo estranho, já que, a letra não fazia parte do nosso alfabeto. Essa estruturação deixa a canção com uma estética concretista, a estruturação das palavras baseadas em formas geométricas, a preocupação com o gráfico visual, torna a canção um poema gráfico feito não apenas para ser escutado, mas também para ser visto.

Percebemos então uma ligação entre os movimentos literários: concretismo e antropofagia com o movimento tropicalista. Através dessa ligação os músicos tropicalistas fazem uma critica ao consumo da cultura de massa de outros países, da arte que nada acrescenta e que nada significa.

 

permalink

A "Geléia Geral" do Tropicalismo  escrito em sexta 11 dezembro 2009 08:17


Estamos diante de uma belíssima canção de Torquato Neto (ver na postagem anterior quem foi esse grande artista tropicalista) e Gilberto Gil, Geléia Geral, canção esta que marcou o movimento Tropicalista, era um manifesto criado por esses dois grandes nomes do movimento. Naquele período, sua forma inovadora resumiu os objetivos da Tropicália.

Mas afinal, porque Geléia Geral?

A idéia do tropicalismo era de tornar legítimas todas as tendências musicais existentes no Brasil, bem como resgatar tendências de fora dando um toque de “brasilidade” nestas. A palavra que define esse movimento é EXPLOSÃO, ou seja, uma explosão de letras fragmentarias e arranjos despojados, com todos os elementos que englobam esse vasto país e toda a modernidade que esta em foco.

E que de acordo com Schwartz essa falta aparente de nexo antre as partes na redação, a composição em blocos e a justaposição simples e pura das palavras e frases é parecida com a do manifesto Antropofágico.

Todos esses elementos ganham vida em poemas e canções deste movimento. Mas como isso acontece?

Bom, agora respondo as duas questões aqui postas: Geléia Geral é a canção que resume todas essas características, reunindo-as em fragmentos que retomam o Brasil e suas descobertas, isso tudo em múltiplas imagens ajudando a compor esse multiculturalismo, como por exemplo, no trecho:  

As relíquias do Brasil
Doce mulata malvada
Um LP de Sinatra
Maracujá, mês de abril
Santo barroco baiano
Super poder de paisano
Formiplac e céu de anil
Três destaques da Portela
Carne seca na janela

Alguém que chora por mim
Um carnaval de verdade
Hospitaleira amizade
Brutalidade, jardim

Esses elementos são adicionados à arranjos artísticos cheios de particularidades, reunindo diferentes estilos musicais, o iêiêiê, representando o rock 'n' roll, que era a marca do estrangeiro, o que de certa forma representava a repugnância de alguns jovens de esquerda. E, também, a fusão de alguns estilos musicais deste vasto território, o que confere a nossa ligação com o Antropofagismo.

Ê bumba iê iê boi
Ano que vem, mês que foi
Ê bumba iê iê iê
É a mesma dança, meu boi

 Por fim, o trecho acima resume muito bem o que foi essa relação de culturas diferentes e estilos diferente em um único refrão. A referência da cultura popular em “Bumba meu Boi” junto à marca do rock 'n' roll, o “iêiêiê”, formam essa fusão de estilos que descrevem muito bem o “ideal Tropicalista” que tinha como objetivo fugir de tudo que era “ideal”!!!

permalink

“QUE JUVENTUDE É ESSA”  escrito em quinta 03 dezembro 2009 18:39

Depois de um ano do impacto causado pelas canções Domingo no Parque e Alegria Alegria no III festival da Música Popular Brasileira da TV Record, os músicos tropicalistas voltaram a causar polêmica no III FIC realizado pela rede globo. 

No dia 15 de setembro de 1968, na final do festival, realizado no teatro da Universidade Católica de São Paulo, a canção É PROIBIDO PROIBIR, foi recepcionada com muita indignação por parte do público.

A platéia que lotava o auditório se mostrava contraria aos ideais e às mudanças que os tropicalistas defendiam.

O que era para ser uma apresentação criativa e inovadora acabou se tornando alvo de tomates, ovos, pedaços de madeira, palavrões e vaias.

Caetano apareceu com roupas de plástico, colares exóticos e dançou algo que simulava uma relação sexual, deixando o publico do teatro enfurecido. Mesmo com a incompreensão do público, os músicos não se abalaram e tocaram de costas para as pessoas, mesmo debaixo de tomates e ovos eles terminaram apresentação e Gilberto Gil até mordeu um tomate jogado pelo publico, em resposta à recepção grosseira que tiveram.       

permalink

Mais um nome do Tropicalismo!!  escrito em quinta 10 dezembro 2009 15:43

Blog de tropicaliaepoesia :TROPICALISMO E ANTROPOFAGIA, Mais um nome do Tropicalismo!!

Mais um nome do Tropicalismo!!

Acredito que todos já ouviram falar de Torquato Neto, compositor de destaque do movimento tropicalista, que tem em seu repertório importantes composições que deram vida ao movimento Tropicalista. Mas, mesmo assim, nunca é demais saber um pouco mais a respeito de grandes nomes, que só nos deram alegrias, com suas canções cheias de vida e comprometimento com a modernidade.

Torquato nasceu em Teresina, Salvador, em 1944. Viveu nesse mesmo Estado até 1963 e depois disso foi para o Rio, onde cursou Jornalismo. Lá, foi critico de música na coluna Música popular, na redação de O Sol.

Uma de suas primeiras letras, Louvação, foi interpretada por Elis Regina e logo após por Gilberto Gil, seu co-autor, em 1967. Junto a este último Torquato teve grandes parcerias, como por exemplo, a canção-manifesto Geléia Geral e Marginalia 2. Outro nome a quem Torquato se uniu, e lógico não poderia ser diferente, devido a sua, também, grande expressividade, foi Caetano Veloso, com quem compôs Mamãe Coragem e Deus vos salve esta casa santa. Outros nomes importantíssimos que fizeram parceria com Torquarto Neto foram Edu Lobos e Jards Macalé.

Durante 1971 e 1972 escreveu a coluna intitulada Geléia Geral, o que causou muita polêmica, nesse espaço Torquato se dedicou a defender o cinema marginal e combater o cinema novo e a música comercial, lutando pelos direitos autorais.

 

Devido ao seu complexo temperamento acabou suicidando-se em 1972, no Rio, mas não sem antes deixar questões polêmicas e canções cheias de valor histórico para o rico movimento do qual fez parte, o Tropicalismo.

permalink
|

Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para tropicaliaepoesia

Precisa estar conectado para adicionar tropicaliaepoesia para os seus amigos

 
Criar um blog